Histórico

História do Campeonato
 
Em maio de 99, um pequeno grupo de amigos adoradores da velocidade, que na sua maioria trabalhava no escritório de uma indústria papeleira na região dos jardins, em São Paulo, teve a iniciativa de criar um campeonato de kart amador. Como todos os participantes eram inexperientes, Sidnei Simões, um dos pioneiros, comentou que eram todos “pangarés”, e desse comentário surgiu o nome do campeonato. O primeiro campeonato Pangaré tinha em média 8 pilotos por prova. A primeira corrida foi realizada no dia 29 de maio de 1999 no InterKart, uma pequena pista no estacionamento do Shopping Interlagos.
 
No início não havia regulamento, apenas uma regra de pontuação. Os participantes estavam muito longe de serem bons pilotos, quem não rodava durante a corrida tinha grande chance de vencê-la. Havia participantes turistas, eles apareciam quando não tinham nada melhor pra fazer, mas com o passar do tempo, o nível técnico foi melhorando.

Um grande marco na história do campeonato aconteceu ano de 2000, quando André Tristão, também pioneiro, na época com14 anos, tomou a iniciativa de criar uma página na internet apenas para divulgar o calendário. Nessa época, Luiz Tristão, um dos fundadores e atual organizador, já havia criado um logotipo e uma versão básica do regulamento e esses foram os elementos divulgadas nas primeiras versões do nosso site.
 
A existência da página na internet fez o campeonato ficar muito conhecido, até por órgãos especializadas na divulgação de eventos esportivos, e muitas pessoas entraram em contato querendo participar. Inscrições pela internet passaram a ser aceitas, mas havia um problema: por se tratar de um campeonato Indoor, não poderia haver mais que 14 pilotos numa mesma corrida, devido às limitações dos circuitos. Então em 2001 criamos a categoria Lights, que fez com que o campeonato passasse de 14 para 28 pilotos.
 
Em 2003, devido à procura cada vez maior, criamos mais uma categoria de 14 pilotos, tínhamos então os Grupos A, B e C. Também em 2003 entrou no campeonato a primeira dupla de funcionários da Volkswagen (Alberto Costoya e Fabio Gonçalves). Esse fato foi mencionado porque tivemos e ainda temos muitos pilotos da Volkswagen, eles quase que dominaram os grupos durante algum tempo. Houve até falsos boatos de que o Pangaré teria sido criado por funcionários da Volkswagen.
 
No início de 2005, a estrutura foi aumentada mais uma vez, passamos para 70 pilotos, distribuídos em 5 grupos de 14. As categorias passaram a ser chamadas então de Grupos 1, 2, 3, 4 e 5. Em 2007, houve nova modificação, e o campeonato passou a ter 4 grupos de 22 pilotos, num total de 88 pilotos. Nessa época passamos a ter dois tipos de corridas, as grandes nas quais os 22 pilotos do grupo corriam juntos e as pequenas nas quais os pilotos eram separados em dois subgrupos, num deles corriam os primeiros pilotos da cada equipe e num outro corriam os segundos pilotos de cada equipe. Dessa forma conseguimos conciliar grupos maiores com pistas grandes e pistas pequenas.  Em 2008, cada grupo passou a ter 26 pilotos, totalizando 104 competidores.

Em 2012 mudamos novamente o formato. Passamos a fazer todas as provas no Kartódromo Granja Viana e aumentamos para 6 grupos de 26 pilotos cada, e os grupos passaram a ser Grupo 1, Grupo 2 Azul, Grupo 2 Vermelho, Grupo 3 Azul, Grupo 3 Cinza e Grupo 3 Vermelho.

O Pangaré é um dos mais antigos e mais conhecidos campeonato de kart amador do Brasil, com mais de 150 pilotos, e procura manter o conceito de grupo de amigos que existe desde o inicio.
 
Texto de Luiz Tristão de Oliveira
Atualizado em Set/2012.

 

Veja também:

Fotos da final do oitavo pangaré
Fotos da final do sétimo pangaré
Fotos da final do sexto pangaré
Resultados dos campeonatos passados
Fotos dos pilotos antes e depois de uma prova do campeonato de 99